Campos Salles Fotografia

Fotografia e Birding

Visitante especial

Posted by campossallesfotografia em 15/02/2010

 

Ontem a noite aconteceu algo inusitado aqui em casa. Já faz algumas semanas que tenho escutado, quase todas as noites, muitas corujas aqui em volta. As mais comuns são as corujinhas-do-mato (Megascops choliba), mas também estava vindo direto uma velha conhecida, uma linda coruja-orelhuda (Pseudoscops clamator, que em breve vai mudar o gênero pra Asio), que canta do alto de um eucalipto no terreno em frente minha casa. Mas também escuto de vez em quando os gritos roucos da suindara (Tyto alba), aquele SHRIIIIiiii….. de assustar qualquer um. Acho que ela vem caçar ratinhos nos terrenos baldios em volta.

Estava assistindo as olimpíadas de inverno, lá pela 01:00h quando ouvi ela. Decidi experimentar o playback, que funcionou tão bem pra espécie no Pantanal ano passado, atraindo não só uma, mas duas de uma vez. Dito e feito, foi eu tocar o som e, 3 segundos depois, uma suindara passou voando silenciosa sobre minha cabeça, como um fantasma branco na escuridão. Pousou na antena de casa e lá ficou por um tempo, indo embora com mais um forte grito como querendo dizer “aqui mando eu”. 

Suindara fotografada em uma estradinha rural de Barão Geraldo, Campinas.

Se pararmos pra observar é surpreendente o número de espécies que podemos ver nas nossas próprias casas. Bom, vou viajar volto em alguns dias. Abraço!

Anúncios

4 Respostas to “Visitante especial”

  1. Oi Octávio

    acompanho suas postagens aqui já faz um tempo..seu blog com certeza é o melhor sobre fotografia de natureza no brasil!

    eu queria saber: o playback que você utilizou para atraiar a suindara é o do próprio grito, esse “SHRIIIIiiii” que você falou, ou ela tem algum outro som (piado, canto..não sei exatamente o termo certo), como as outras corujas, que talvez fosse mais indicado para utilizar no playback?

    agradeço desde já
    um abraço!

  2. Rafael, primeiramente muito obrigado pelo comentário.
    No caso utilizei esse grito sim, mas ela possui também um outro som que ela produz batendo o bico, tipo um clik-click-click-click, que também atrai ela… qual utilizar vai depender da situação, de como ela está agindo, etc. Não existe uma regra absoluta, mas existem algumas coisinhas que a gente vai observando com o tempo e percebe qual tipo de canto funciona melhor em determinadas situações, se é o canto territorial ou o chamado de contato. Vou falar mais sobre isso, e vamos ver como funciona na prática, durante os workshops que vou dar, veja mais detalhes em http://www.octaviosalles.com.br/workshops.html

    abs!

  3. Eric said

    Espetacular, isso só mostra como conhecer os cantos das aves é fundamental.

  4. Depois de ter lido seu blog percebi que nunca mais tinha tentando fotografar os pássaros que vão em casa se alimentar. Este fim de semana eu fiquei 2 horas escondido observando e neste intervalo eu vi pelo menos 6 espécies diferentes, muitas eu nem sei os nomes. Agora estou fazendo umas adaptações para tentar fotografá-los com luminosidade boa e sem que percebam minha presença. Já consegui fotografar um pica pau de cabeça amarela e outros dois que não faço idéia qual sejam.

    E aguardo ansiosamente o próximo workshop!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: